Controle de Energia Elétrica

Mitsubishi Electric

Detalhes

A eficiência energética está em uma encruzilhada hoje. Obtivemos fortes ganhos de eficiência energética em 2016, mesmo quando os preços da energia caíram. Mas, ao mesmo tempo, os governos não estão desenvolvendo novas políticas, rápido o suficiente, gerando o risco de que ganhos obtidos, podendo regredir um passo para trás. Esta questão é ainda mais importante quando se considera o impacto que a eficiência já está tendo no sistema de energia global.

A inovação tecnológica está criando novas oportunidades para avançar na eficiência.

A eficiência e as energias renováveis ​​funcionam juntas para fornecer resultados energéticos limpos ao menor custo.

Veja alguns indicadores e tendências:

Intensidade energética global – demanda de energia primária por unidade de produto interno bruto (PIB) – caiu 1,8% em 2016.

A queda da intensidade energética global significa que o mundo é capaz de produzir mais PIB para cada unidade de energia consumida – um bônus de produtividade de energia.

A queda da intensidade energética é o principal fator por trás do achatamento de energia global. Emissões de gases de efeito estufa (GEE) desde 2014, compensando três quartos do impacto do crescimento do PIB.

Sem melhorias de eficiência desde 2000, o mundo teria usado 12% mais energia do que em 2016 – equivalente a adicionar outra União Européia ao mundo.

Nas economias emergentes, os ganhos de eficiência energética limitaram o aumento do uso de energia, associado ao rápido crescimento econômico.

A eficiência energética contribuiu de forma importante para fortalecer a segurança energética.

Entre em Contato:

(19) 3800-3938

(19) 98361-0102

comercial@undercontrol.com.br

End: Ed. Racz Center - Sala 702

R: Alfredo Guedes, 1949 | Cidade Alta | Piracicaba-SP

Mais Informações:

Outras Soluções de Automação Industrial

Adequação NR-12
Indústria 4.0
Rastreabilidade
Células Robotizadas
Controle de Energia Elétrica
Desenvolvimento de Projetos